Novo Convênio Atendido: Central Nacional Unimed

Horário de Funcionamento : Seg a Sex, das 8h às 18h
  Contato : (11) 2538 4200

Pólipo de Intestino

Pólipos do intestino são lesões da camada mucosa (camada interna do intestino) que se projetam para sua luz com um aspecto inicial semelhante a uma verruga vulgar. Pólipos ocorrem em até 30 % das pessoas com mais de 60 anos. Aproximadamente 70 a 80% dos pólipos são do tipo adenomatoso e têm potencial de progredir para uma neoplasia. Esta progressão do adenoma para o câncer pode ser evitada com a remoção dos pólipos através do exame de colonoscopia tornando necessária a realização periódica deste exame.

     polipo-de-intestinopolipo-de-intestino-colon-retopolipo-de-intestino-colon-reto-tratamento

Tipos de Pólipos do intestino

INFLAMATÓRIO – não tem potencial de degeneração para uma neoplasia.

HAMARTOMATOSO – não tem potencial de degeneração para uma neoplasia exceto quando associados a Síndrome de Peutz-Jeghers.

ADENOMATOSO – é considerados precursor do câncer de cólon e reto. Pode ter componente viloso e tubular. Risco de malignidade aumenta com o tamanho e grau do componente viloso.

sequencia-adenona-cancer-polipo-de-intestino

Sintomas dos Pólipos do intestino

A maioria não causa sintomas sendo encontrados em exame de colonoscopia. Podem causar sangramento digestivo presente nas fezes. Pólipos no reto podem causar eliminação de secreção mucosa pelo reto e podem prolapsar (sair pelo reto) sendo percebidos pelo paciente como um nódulo no ânus.

Tratamento dos Pólipos do intestino

A maioria dos pólipos pode ser removida através do exame de colonoscopia. Cirurgia é utilizada apenas em casos de insucesso da remoção por médico colonoscopista experiente. Isto ocorre mais frequentemente com pólipos maiores que 2 cm e nestes casos é efetuada uma biópsia do pólipo e o paciente é encaminhado para um cirurgião qualificado. Quando necessária, a cirurgia costuma ser realizada por laparoscopia. O pólipo ressecado é encaminhado para análise patológica para definição do seu tipo, verificação das margens de ressecção e exclusão de áreas degeneradas para neoplasia.

tratamento-polipo-de-intestino

Seguimento / Exames de controle dos Pólipos do Intestino

Primeiramente é importante ter certeza que todo o intestino foi avaliado adequadamente pela colonoscopia inicial. Exame realizado com preparo inadequado, fotos com definição ruim e laudos pouco detalhados ( Ctrl C / Ctrl V) evidenciam um exame de qualidade ruim que deve ser repetido precocemente. Aproximadamente 50 % dos pacientes tem outro pólipo adenomatoso na colonoscopia inicial. 20 a 30 % desenvolvem novo pólipo adenomatoso dentro de 5 anos após a colonoscopia inicial. Colonoscopia de controle costuma ser realizada após 1 ano. Se a colonoscopia de controle não evidenciar nenhum outro pólipo os próximos exames podem ser realizados com intervalos de 3 a 5 anos de acordo com as características do pólipo e histórico do paciente.